Principais cuidados que o médico deve ter com o Marketing

O Marketing Digital, quanto área de conhecimento e atuação da comunicação, oferece uma série de técnicas, ferramentas e estratégias criativas para você sentir que o seu negócio está conquistando os quatro cantos da internet.

Com o marketing médico não é diferente. Conseguimos alcançar resultados importantes elaborando um bom planejamento, dentro de vários fatores citados em posts anteriores, como um bom conhecimento de ferramentas, conhecer bem seu público-alvo e assim por diante.

Mas, como toda prática publicitária, existem algumas “regras do jogo”, para deixar tudo mais justo, transparente e ético ao divulgar os serviços de um profissional da saúde.

Por isso, com o intuito de ajudar a entender melhor que regras são essas, e quais cuidados que um médico que busca esse trabalho, deve ter quando pensa em marketing digital.

Em relação ao uso de fotos de pacientes

Segundo Manual de Publicidade Médica, publicada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), é terminantemente proibida a divulgação de fotos de pacientes, seja lá em qual for o tipo de mídia utilizado.

E aqui, estamos falando de situações como selfies, ou outros com o intuito de comprovar a eficiência de um tratamento, por exemplo, mesmo que haja a autorização do paciente.

“Principais cuidados que o médico deve ter com o Marketing”

Em relação a identificação do médico ou responsável técnico

Todas as peças publicitárias referentes a consultórios, devem por lei constar as informações sobre o profissional responsável.

Em casos de clínicas com um único médico atendendo, deve constar informações como: nome, especialidade ou área de atuação quando registrada pelo CRM (Conselho Regional de Medicina), o número do CRM, e, caso existir, o Registro de Qualificação de Especialista (RQE).

Caso o profissional possua mais de uma especialidade, listar no máximo duas.

E se tratando de consultórios com mais de um médico, é preciso especificar o nome do diretor técnico, assim como o CRM do estado onde a clínica se encontra.

Em relação a exclusividade quanto tratamentos e equipamentos

O marketing médico deixa bem claro que é proibido a divulgação de tratamentos, tecnologias ou equipamentos exclusivos.

Ou seja, fazer qualquer alusão no anúncio de que aquele consultório é melhor, maior, mais barato, entre outras expressões que dão a entender uma ideia de superioridade exacerbada sobre os concorrentes.

Da mesma maneira, não se pode divulgar curas, ou garantias de sucesso em tratamento, visto que cada paciente é um caso em particular, e nem sempre o mesmo procedimento pode funcionar da mesma maneira para todos.

Em relação a realizar consultoria ao invés de consulta médica

Esse caso é muito importante se atentar quando falamos de marketing digital.

De maneira alguma, o médico deve oferecer algum tipo de consultoria ao paciente, de forma a substituir a consulta e acompanhamento profissional.

Explicando de outro jeito, seria como alguém compartilhar seus sintomas através de um comentário no perfil do médico, e esse fazer um diagnóstico dentro da rede social. Nesses casos o certo é sempre indicar a busca por um profissional especializado!

“Principais cuidados que o médico deve ter com o Marketing”

Em relação ao sensacionalismo

Um outro ponto importantíssimo na garantia de uma estratégia de marketing centrada na ética, é o cuidado com matérias, conteúdos ou temas de cunho sensacionalista.

No caso, seria a divulgação, por exemplo, de informações não reconhecidas pela comunidade médica e científica. A resolução do CFM ainda determina como conteúdo sensacionalista:

– Divulgação exagerada, mesmo de procedimentos consagrados, fugindo de conceitos técnicos para a promoção da clínica;

– Divulgação de métodos que não tenham conhecimento científico; a adulteração de dados estatísticos;

– Divulgação de técnicas e métodos científicos que devem se limitar ao ambiente médico;

– Informações que possam causar intranquilidade ou pânico na população; e representações visuais que possam induzir à promessa de resultados.

Esses foram só alguns dos principais cuidados que um médico deve ter ao optar por um serviço de marketing digital para o seu consultório.

Devemos nortear sempre nossos serviços de divulgação e criação de conteúdo, rumo a um planejamento ético e correto, e claro, sempre criativo e inovador.

Aproveite e deixe nos COMENTÁRIOS se você já vem sentindo que o seu conteúdo está alcançando mais pessoas!

Caso queira conversar e saber como podemos te ajudar, entre em contato com a nossa agência de Marketing Médico: Veemob Comunicação Criativa. 

Será um prazer te ajudar! 

Gustavo Costa

Gustavo Costa

Ele é o co-fundador da agência Veemob que há mais de 4 anos ajuda médicos e profissionais da saúde a viverem de consultório particular.

Artigos recentes

Anterior
Próximo
Blog

Você também pode gostar

Rede Display também dá resultado para a clínica

A web se tornou a nova fonte de publicidade e propaganda para todos os segmentos do mercado. E com certeza você, doutor, já deve ter notado o quão importante é investir em anúncios do Google para fazer o seu nome e o nome de seu consultório se tornarem ainda mais

8 dicas para reduzir o tempo de espera na recepção

Tempo de espera na recepção é uma preocupação que todo gestor de consultório, laboratório ou centro hospitalar deve ter. Esse assunto fica mais fácil de ser compreendido se for comparado a algo que acontece de forma muito corriqueira na vida do brasileiro. Pense na sua vida pessoal. Sabe quando é

Palavras que o médico deve negativar no Google Ads

O Google Ads é uma ferramenta essencial para fazer o seu consultório bombar.  A plataforma de anúncios do Google permite uma série de funcionalidades que você, doutor, pode personalizar da forma que achar melhor e que irá funcionar com mais eficiência para o seu caso. Entre essas tantas possibilidades, há

Software de gestão clínica também reflete nos resultados

Um sistema de gestão em saúde, tal qual o software médico Amplimed, e o marketing digital podem parecer oriundos de universos distantes, afinal, que tipo de interferência ou de ações colaborativas um pode ter sobre o outro? Um trata sobre como a sua clínica, a sua marca ou estabelecimento médico,

Deixe um comentário

Quer uma Análise Grátis de Marketing Médico para a sua Especialidade?

Cadastre-se no formulário acima se você precisa: